sábado, 7 de março de 2015

Daquelas amizades que nascem assim

É tão bom, cruzar um primeiro olhar e o olá ser um abraço. É assim que acontece quando fazemos novos amigos, mesmo amigos, quando sentimos mais que apenas o olá, quando logo no primeiro olhar parece que já nos conhecemos há muito tempo.
Que bom, estarmos de coração aberto e sempre prontos para receber nele novos amigos.

Ver os miúdos correr de mãos dadas como se já o tivessem feito antes. Zangarem-se e fazerem as pazes como só os amigos fazem. apanharem flores juntos, rirem e trocarem olhares cúmplices. Sem dúvida dentro deles nasceram hoje novas amizades e é tão bom ver isso.

Uma amizade nascida sob o olhar atento do Moinho e apadrinhada pelo amigo Carlos.








E não digo que é verdade que já nos "conhecemos" há anos? Qual duas comadres a trocar conversas num fim de tarde qualquer.



Se os virem por aí façam adeus, digam olá, dêem-lhes um abraço, que eles são os Pais com P Grande e têm também um grande sorriso!




Até já amigos!