sábado, 14 de março de 2015

A pintar é que a gente se entende - Espaço Infinitos, Lagos

Hoje a ideia era pintar ... papel, pernas, braços, roupa ... mãe, pai e quem mais aparecesse pelo caminho!

Um grande papel no chão, muita cor, tintas, serpentinas, brilhantes e sorrisos, que era hora dos mais pequeninos criarem arte.

Hoje a manhã foi para o Zé. Claro que ele está todos os dias muito tempo sozinho comigo, mas ir a uma actividade com outros bebés e só com a mamã, sem manos, foi a primeira vez.

Obrigada Sofia, Pais com P Grande  e Juliana do Espaço Infinitos.