quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Segurança social no seu melhor - 14 páginas!

A Rosa nasceu, tem direito a abono de família, o pai tem direito a uns dias e a mãe a subsidio de maternidade, até aqui tudo certo. 

A Rosa nasceu e então é preciso tratar destas papeladas, registo, segurança social, centro de saúde ... enfim, e nós até nem temos muito que nos queixar pois no nosso concelho há estes serviços todos e sem filas. 

Mas 14 páginas para preencher?? 
A sério, foram 14 páginas que a senhora da segurança social fez a sua impressora vomitar e me disse com ar calmo que só tinha que preencher e entregar junto com 3, imaginem 3,  cópias da certidão do registo (sim porque lá também não tiram fotocópias), sendo que as 3 cópias acabam por ficar todas juntas num qualquer arquivo de papéis, e o IRS! 

Marafei-me !! Mesmo! 

Ora então é assim eram 14 páginas sendo 3 delas iguais e onde era suposto eu escrever o nome, numero de segurança social, numero de contribuinte  e parentesco para cada um de nós, 7 linhas x 3 formulários x 4 dados, calma afinal não é só isto, é que cada formulário só dá até 6 pessoas, por isso há que preencher mais 3 formulários de continuação, novamente com o cabeçalho com os mesmos dados já preenchidos outras tantas vezes e a 7ª pessoa do agregado familiar, porque a Rosa neste caso não entra. 

Marafei-me, não tinha as ditas cópias, não tinha o IRS e não tinha pachorra para tanto papel sabendo que não serve para nada e que a senhora pega naquilo, regista tudo no computador e dá-me uma folha a confirmar que entreguei as ditas 14 páginas! Viemos embora, com as 14 páginas debaixo do braço. 

Sentei-me ao computador, abri o site da segurança social directa e em 4 cliques entreguei o meu pedido de maternidade, com anexo de 3 fotos tiradas por mim à certidão de registo, feito!

Depois preparei-me para entregar o do pai Fura Bolos, mas como perdi a password pedi uma nova e entrego assim que chegar. 

Entretanto ia pedir o abono da Rosa mas como não tinha ainda numero de segurança social não dava, diz para ir a um balcão pedir. Lá fomos nós, hoje pedir o numero, também não dá! Ou entregamos o pedido de abono em papel ? ou não há NISS para ninguém! Foram "só" 3 páginas, mas onde tive que repetir o meu nome 3 vezes, os meus números 3 vezes, a nossa morada 2 vezes e os nomes e números da malta toda 1 vez. 

Agora vamos lá ver, será mesmo possível que a segurança social não tenha lá estes dados todos nossos?? Será mesmo possível que na internet não seja preciso preencher nada e em 4 cliques, apenas de confirmação tenhamos tudo entregue? 

Tanta vez se fala em simplificar e em cruzamento de dados e afinal a segurança social não tem no seu sistema estas informações todas? Tem, porque a senhora até consultou o sistema para me dar o numero do Zé (que eu não tinha comigo) para eu escrever no tal formulário. 

A sério, cabe na cabeça de alguém? Na minha custa a caber e hoje estava mesmo marafada a tratar disto!

Para quem tem 1 filho ou 2 esta conversa toda até pode não fazer muito sentido, ainda assim é chato para uma recém mamã ter que preencher tanta papelada, mas para quem tem 6 !!! Upa upa e haja fôlego para as 14 páginas! 

Na primeira ida à segurança social a senhora ainda me disse que era para estas coisas que o pai tinha direito a uns dias. Talvez um dia ou dois, mas não todos minha senhora, o pai tem direito a uns dias para poder estar com o novo bebé, cuidar da mãe que amamenta, dar atenção aos outros filhos, fazer o jantar para a família... o pai tem todo o direito a ficar em casa a viver a nova família. 

Isto é que é a Segurança Social a apoiar a natalidade em grande!