segunda-feira, 17 de julho de 2017

Arqueologia em Vale de Boi

É já um ritual anual, a nossa peregrinação ao serro onde estão as escavações arqueológicas de Vale de Boi. 

Ainda não havia o Dia Aberto e nós já lá íamos todos os anos, agora com esta abertura ao público ainda melhor. A equipe do professor Nuno Bicho já nos conhece, e já consegue ver as diferenças nos nossos miúdos, de ano para ano! Estão crescidos ... e são mais! (começamos a lá ir tínhamos ainda só o Tiago e a Teresa!)

O ano passado falhamos neste ritual porque eu estava muito grávida, mas este ano lá fomos, numa tarde bem quente, ver como estavam a correr os trabalhos.

Os miúdos gostam da parte de descobrir ossinhos e pedrinhas na terra com as peneiras, e foi isso que fizeram nesta visita, até a Rosita pôs a mão na terra (e terra na boca, claro)!








A descoberta de uma pedra que servia como faca para cortar ossos mais duros.




A Rosita a fazer o que melhor sabe onde e quando lhe apetece!


Rosita carregada num sling de argolas fresco e confortável da Crianza Natural


domingo, 16 de julho de 2017

A paragem!

Aqui se faz adeus a quem parte, aqui se abraça quem chega, aqui brincam os miúdos da escola enquanto o autocarro chega e não chega, aqui se juntam senhoras a ver quem passa.

Apesar de não passarem em Budens os expressos de longo curso, este foi o mote para esta grande obra de arte. As lembranças de quem partiu, o que fica para trás, a infância, a juventude, os velhos, o moinho ... a aldeia.

Não sei o nome de quem pintou, sei que foi um rapaz e uma rapariga, com mestria de quem sabe desta arte, deixaram a paragem linda e com vontade de lá parar.

As pinturas são tema de conversa, é giro ouvir as várias opiniões e interpretações. Dá vontade de sentar e apreciar. Adoro o pormenor da miúda no triciclo de cuecas à mostra! Gosto das cores, gosto de imaginar o que pensa o homem deitado, o que levará na mala.

Gosto das letras em grande destaque, quem chega sabe que chegou a Budens!









Assim ao longe até quase que o Tiago passa por viajante! 



Claro que agora há quem vá dizer que isto é tudo por ser ano de eleições ... olha e se for, pelo menos ficou obra feita, e bonita! (muito mais há a fazer ... digo eu que nem gosto de politica!)

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Olha que dois!

Um a preto outro a branco, mas eles lá se entendem entre os tachos e panelas. Tal pai tal filho e se um cozinha bem o outro já não lhe fica muito atrás.

Juntos cozinharam para um jantar de aniversário, que deixou toda a gente deliciada. Uma ementa criada a rigor, cheia de paladares interessantes que fizeram com que quem degustou fizesse uma verdadeira viagem de sabores.

Mais se seguirão, e o raio do puto até fica bem de jaleca!












quinta-feira, 13 de julho de 2017

João, o rapazinho!

O João já fez 8 anos! Passaram a correr e ele está com ar de rapazola, principalmente depois do novo corte de cabelo. Já não quer que seja o pai Fura Bolos a cortar-lhe o cabelo, já não quer ser um dos nossos escovinhas (já só resta o Zé).

Como estão todos de férias optamos por um almoço em família e ao fim da tarde fomos juntar-nos à festa de aniversário do Até à Lua .

Aqui ficam umas fotos da festa, que apesar da grande ventarola (para não dizer bezaranha de levantar tudo nos ares), foi bem divertida e diferente.



Irmãos aos pares!!




 A festa no parque!



A vela possível! Um fosforo que aguentou uns segundos aceso, até o vento, ups, até o João o apagar!





O futuro está no xilofone!


Ou no diablo!




E os resistentes ainda ficaram para ouvir a Julieta improvisar uns sons na viola do Nuno (Até à Lua)


quinta-feira, 6 de julho de 2017

Jogos de tabuleiro - um mundo novo!


UAU!! 
Eu sou da geração do Monopólio, do Cluedo, do Jogo da Glória, do Ludo ... Damas ... Risco e eram horas a jogar estes jogos. 

Ontem peguei nos 6 e fui Até à Lua, um espaço ESPETACULAR onde apetece passar muitas horas, fazer serão. Ora um bom serão envolve jogos e na Lua é o que não falta! 

Às quartas feiras é noite de Jogos de Tabuleiro e eu confesso que ia à espera de uns quantos jogos de dado, casas para trás e para a frente e pouco mais e de repente descobri um mundo novo!! Afinal já não são bem os jogos a que eu estava habituada!! 
UAU, são cartas lindas, são regras engraçadas, são estratégias, é rapidez ou esperteza, é silencio ou cantigas ... 

O Nuno tem um armário (mesmo um armário dos grandes) cheio de jogos de mesa, os miúdos arregalaram os olhos assim que a porta do armário se abriu e não foi difícil começar por um, e depois outro e outro e outro ... Nem sei quantos jogaram! 

Enquanto os 3 mais velhos se envolviam cada vez mais nos jogos com o Nuno, a Joana encarregou-se de tirar de um outro armário jogos para os mais novos. Acho que de cada vez que a Julieta pediu outro jogo a Joana trouxe não 1 mas 2 e cada um parecia melhor e mais desafiante que o outro. 

Eu fui conversando e distribuindo o piquenique que levei para o nosso jantar na Lua! Sem dúvida uma noite bem diferente, das 19h30 às 23h30 os miúdos deliraram com este mundo novo, na Lua. 
Ficaram fãs e com vontade de ir todas as 4ªs feiras, talvez dê, durante as férias pelo menos e até eu quero para a próxima jogar também, que desta vez estive mais com a Rosita e o Zé.

Podem consultar todas as actividades do Até à Lua aqui, um espaço ESPECTACULAR em Lagos.