terça-feira, 3 de maio de 2011

Camisola ou blusa?

Pois bem hoje cheguei ao Infantário e perguntei com um sorriso: Então que história é esta da minha filha ir a Africa?
E logo aí soou uma gargalhada da educadora.
Fiquei mais descansada por saber que só a mão da Teresa é que vai a Africa. A mão? Só a mão? Sim a mão da Teresa e as mãos de todos os seus coleguinhas do infantário.

Fizeram um livrinho com as palmas das mãos de todos os meninos para enviarem para Africa, Guiné, junto com material escolar que vai ser entregue por um grupo de motards (lá estão os meninos das motas como ela dizia) que vai partir de Sagres e é a Sagres que ela vai, e não a Africa, assistir á partida.

Ora sendo assim a miuda até tinha tudo certo na cabeça dela. Eles vão a Africa, vão de mota e vão dar material aos meninos de Africa, pronto a ideia de que Africa fica ao pé de Lisboa aparece porque Lisboa fica longe ( nós demoramos umas 5 horas a lá chegar, entre xixis, fraldas, cafés, birras ...) e por isso teria de ir de comboio...



Estou na cozinha a preparar um qualquer almoço ou jantar e oiço a Teresa a chamar da casa de banho.
- Mãe vem limpalh o lhabo.
Com um sorriso brinco com ela - O lhabo Teresa?
- Mãe, o lhabinho - diz ela percebendo a minha brincadeira
- Então o lhabinho, Teté?
- Oh mãe, o lhabiosque, plonto!
Ora ficou muito melhor, o lhabiosque, ah ah



- Mãe, podes tirar esta quimisola, pala eu vestilh a quimisola da lhua?
- A quimisola do pijama Teresa?
- Sim, esta quimisola.
- Oh Teté não é quimisola é camisola, diz lá com a mãe:
- Ca
- Ca
- mi
- mi
- sola
- sola
- Boa diz lá agora, camisola
- Não, não digo
- Então o que é isto (eu com a camisola do pijama na mão)
- Nada
- E o que vais vestir agora Teresa?
- Uma BLUSA
Ora toma lá.



Tudo o que possa dizer sobre a Teresa é pouco!