segunda-feira, 11 de abril de 2011

Carecadas

Hoje o dia foi complicado.
A manhã foi gasta com chatices... e a tarde nem por isso foi diferente!

É triste quando vemos maldade lançada para o ar, mentiras atrás de mentiras, situações aproveitadas para prejudicar, e principalmente quando para além de adultos envolve crianças, crianças que estão felizes que só querem aprender e brincar e que se vêem envolvidas.

Também não é fácil organizar tudo, lembrarmo-nos de tudo e não deixarmos nada por fazer, tudo a tempo e horas ... e quando nos esquecemos, ou não lembramos, ou deixamos passar  temos que nos sujeitar ás regras nem sempre justas do jogo!

Pronto, já mandei fora...

Agora voltando ao titulo, as carecadas!!
Hoje também foi dia de barbeiro. O barbeiro da aldeia, aquele que tem a cadeira á moda antiga, que sobe e desce conforme o tamanho do cliente, ou do babeiro, e que tem na parede o calendário de há 2 anos com a foto da modelo já amarelada e gasta pelo sol.




E ficámos com dois escovinhas em casa, lindos de morrer e com ar de reguilas.







E já passou o dia, agora sentada no sofá com dois  filhotes lindos a meu lado enquanto outros dois dormem quase que me esqueço o dia não muito bom que tive.