segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Onde arranjo forças?

Em momentos como este.




Hoje não foi tão fácil gerir o jantar/ deitar com os 6, nem tudo é sempre pacifico e tranquilo, aliás, a maior parte dos dias há confusões e conflitos, mas já todos dormem, e eu escrevo agora este texto com a Rosa nos meus braços a mamar.

O que me deixa feliz?  Amanhã ser um novo dia, com mais desafios e alegrias.