sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Livre demanda - Amamentação

No outro dia uma senhora conhecida viu-me  com a Rosita ao colo e perguntou-me de quantas  em quantas horas ela mamava. A minha reacção foi imediata, olhei para os meus pulsos e mostrei-os à senhora dizendo:

- Olhe, não faço ideia, eu nem uso relógio! - e sorri

A verdade é que é mesmo assim, eu não uso relógio há muitos anos, quando preciso ver as horas tenho o telemóvel, e para dar de mamar com sucesso não é preciso ver horas.
A Rosita mama sempre que pede, ou não pede, mama quando chora, quando se mexe muito, quando tem soluços, quando está a dormir ou acordada ... mama porque sim e mama porque não. Está muito calor e um bebé a leite materno exclusivo precisa de mamar para comer mas também para hidratar e só vindo à mama muitas vezes se consegue isso.
Então mas isso assim "não deve ser fácil, não há rotinas,é uma grande dependência, só tu a podes acalmar...", sim é isso tudo e é assim que faz sentido para mim. Uma bebé tão pequenina precisa da mãe sempre, precisa de colo sempre e não faz a mínima ideia do que são rotinas (ela também não usa relógio como eu), por isso está perfeito.

Então é porque se calhar o leite é fraco ou não chega? - Não, é mesmo só porque é normal uma bebé mamar assim. Ela engorda bem, está bem, faz muito xixi e dorme que se desunha (esta vou dizer baixinho para não estragar), então está tudo perfeito.

O Zé também ainda está em livre demanda, sim, já tem 24 meses, mamou a gravidez toda e agora continua.

- Já viu, e antigamente diziam que na gravidez o leite estava estragado e fazia mal aos bebés que ainda mamassem ... - sorri e expliquei a esta outra senhora, já com mais idade, que não é assim, que o leite não se estraga e muito menos faz mal.

Dar de mamar assim aos 2 é cansativo? -  Uns dias sim outros não, mas é fácil, prático e ainda por cima é o melhor que lhes posso dar.