quinta-feira, 30 de julho de 2015

Crescer

De uma tábua ela diz que vai fazer um skate, com duas canas perfeitas para as rodas e agarrada ao seu frasco de verniz azul lá vai testando a invenção. Ao som das quedas e gargalhadas eu delicio-me a vê-la. 




O Zé gatinha na terra castanha e macia, testa o equilíbrio, cai, rebola, levanta-se e volta a gatinhar. 


Nestes momentos nada mais importa, importa apenas deixa-los testar, experimentar, conseguir ou falhar, tudo faz parte de crescer.