sexta-feira, 8 de julho de 2011

2 anos

Hoje, agora mesmo, faz 2 anos que a Mãe de todos e o pai Fura bolos viveram mais um dos grandes momentos das suas vidas.

8 . 07 . 2009 - 1h01min nascia o grande João Manuel. Mais um momento cheio de amor vivido a 2, mais um momento em que partilhamos a dor, as lágrimas e os sorrisos. Uma alegria tremenda por estarmos a receber o nosso terceiro filho.






RELATO DO MEU 3º PARTO


Dia 6 era a data prevista para o parto, e como apesar das muitas caminhadas o bebé não dava sinais de querer nascer, no dia 7 logo ás 8h30 da manhã fui ao hospital para fazer o ctg.
O ctg acusou algumas contracções mas nada de especial. Fui depois à consulta com o médico e este fez-me uma ecografia onde estimou o peso do bebé, em 4400g, e viu que ainda não estava encaixado. Então decidiu fazer um toque “malandro”, isto é com descolamento das membranas e disse-me que como era um bebé grande e ainda não estava encaixado que iria demorar 1 dia ou 2 até entrar em trabalho de parto!!
Bem, no regresso a casa (40km do hospital) já eu vinha com algumas moinhas tipo do período e de quando em vez uma contracção. O meu marido disse logo que nessa noite estávamos de volta ao hospital, e não se enganou.
Passei o resto da tarde com contracções, que foram aumentando de intensidade e de frequência. Por volta das 19h30 já estavam de 10 em 10 minutos ou menos, e já o meu marido dizia que tínhamos que ir embora… mas eu ainda achava cedo! Queria estar o máximo de tempo possível em casa. Fomos entregar os filhotes aos meus sogros e ainda tive tempo para comer um pouco de açorda de marisco mas já cheia de contracções!!
Abalamos para o hospital ás 20h30 e as contracções aí já eram de 4 em 4 minutos e fortes!
Chegados ao hospital fomos ao bar para o meu marido beber café e eu uma água, malandro ele bebeu metade da garrafa e deu-me o resto e ainda disse que era a conselho da enf. Ana!!
Passeámos no jardim do hospital até ás 22h!! Cada vez eram mais fortes as contracções. Quando estavam de 2 em 2 minutos, entrei nas urgências. Entrei logo e fui levada para o bloco de partos, a andar, não quis a cadeira de rodas. Feita a 1ª avaliação, estava com 3 dedos de dilatação e em trabalho de parto activo.
Ás 22h55 entrei na sala de partos, onde me deixaram a sós com o meu marido.
Não fui obrigada a deitar-me, liguei a musica e desligámos as luzes do tecto e deixámos apenas uma luz acesa, muito fraca que ilumina a bancada onde vestem os bebés.
Pude ir as vezes que quis á casa de banho que fica ao lado da sala de partos.
Andei pelo quarto, dancei ao som do “Oceano Pacifico” e relaxei sentada no banco que é para o papá se sentar. A cada contracção respirava fundo e fechava os olhos … transportava-me para as aulas de preparação para o parto e ouvia ao fundo a voz da enfermeira Ana que tão bem nos prepara.
Quando me senti cansada e já com contracções muito fortes deitei-me na cama, eram 24h, e passado 2 minutos rebentaram as águas!! Parecia um balão de água a rebentar contra uma parede!!! Saiu tudo de repuxo!!
Nessa altura chamei a auxiliar, que me veio colocar uns lençóis secos, para eu estar confortável.
Só ás 24h15 é que voltei a chamar porque já começava a ter vontade de fazer força. A enfermeira parteira, Ana Sofia, veio fazer um toque e já estava com 8 dedos de dilatação e praticamente pronta. Desta vez consegui agarrar 2 dedos do meu marido e já não larguei mais!! Coitado… ia ficando sem eles!!!
Mandou-me virar de lado (para o lado esquerdo) e só ai é que me colocaram o CTG para ir avaliando o bebé. Disse-me que quando viesse uma contracção já podia ir fazendo força para aliviar, mesmo assim de lado e levantando a perna de cima. Olhei ao relógio eram 24h35m
Foi preparando tudo e entretanto a sala foi ficando mais cheia!! Todos queriam ver o bebé grande a nascer!!
Não acenderam as luzes do tecto (fizeram o parto á media luz)  e ninguém me incomodou. O meu marido ficou do meu lado direito e a enfermeira parteira, Joana, que já me conhecia das outras estadias no CHBA ficou do meu lado esquerdo!!  Foram todos espetaculares. A enfermeira Susana dava-me incentivo.
Comecei a fazer força!! A cabeça custou a passar, mas a parteira Ana Sofia ia incentivando e massajando o perineo para ajudar. Depois vieram os ombros, e mais força!!! Ainda disse uma vez que não era capaz mas todos me deram apoio e força e eu enchi-me de ar e força e fiz o meu filho nascer!!!
Era 1h01m do dia 8.
Confirmou-se … a enfermeira Ana tem razão, desde o momento de ter vontade de fazer força (8 dedos de dilatação) até á expulsão são apenas 30 minutinhos, e se nos portarmos bem é um instantinho!!
Foi muito bonito!! Puseram-no logo em cima de mim e eu pude relaxar e sentir o prazer de ter o meu filho nos braços!!!
Todos faziam apostas com o peso dele!! Foram momentos divertidos e inesquecíveis!
Levei apenas 3 ou 4 pontos, devido a uma laceração. No recobro o meu bebé foi logo posto ao peito e mamou, tinha 30min de vida!!

Todo o trabalho de parto foi feito em casa e no jardim do hospital, na sala de partos estive apenas 2h, perfeito!!!

Apesar de ser o 3º e já saber como era, mais uma vez conseguiu ser um parto único e diferente dos outros.

Espero que apesar de longo o meu testemunho possa ajudar as mamãs que esperam por este momento.

Mais uma vez

        OBRIGADA A TODA A EQUIPA


Ana e Paulo Custódio
e rebentos Tiago (17/08/2004) , Teresa (13/09/2007) e João (8/07/2009)
todos bebés CHBA





Quando alguma coisa corre mal todos sabem reclamar mas quando corre bem a maioria esquece-se de agradecer e acha que não foi mais que a obrigação!



Nós, a Mãe de todos e o pai Fura bolos não pensamos assim, esta foi a carta que enviámos ao Hospital onde os nossos filhos têm nascido.
Ficou na memória de quem lá esteve, de quem nos ajudou a receber o nosso filho, ficou na memoria dos profissionais como tendo sido um parto lindo, um momento de amor e ficou na memoria o nosso agradecimento, são gestos como este que vão mudando mentalidades, maneiras de proceder, maneiras de ajudar uma familia a crescer e éstá ao alcance de todos faze-lo.



O João já corre, já salta, já come sozinho, já se suja sozinho, já não usa chucha, já dorme na cama grande, já canta shakira, já quer fazer conversas, já faz grandes birras, já dá muitos beijinhos dos pequeninos e dos grandes.

Já pesa 15kg, já mede 91cm já tem 2 anos, PARABÉNS filhote lindo.




fotos de João Pico