domingo, 18 de setembro de 2016

Trovante - que frustração!

Não, não estou a criticar os Trovante, nem muito menos o concerto que deram ontem à noite em Sagres, porque nem o vi todo ... e o pouco que vi deu para perceber que ia ser um grande concerto, estou sim a falar da minha frustração como mãe.

Há quase 2 semanas que sabíamos do concerto, apontei no calendário, apontei no nosso quadro semanal, falei aos miúdos da banda, combinámos ir, entusiasmei-me ... mas sinto que falhei!

Depois de um mergulho em fim de tarde, um lanche na praia, banhos e jantares, vestimos casacos, levamos carrinho, pano e mochila e abalámos para Sagres. No caminho todos iam entusiasmados, eles e nós, mas à saída da carrinha já se via que a disposição e o cansaço estavam a pregar partidas. Algumas más caras, má disposição e nós a ficarmos stressados. Pus a Rosa no pano, o Paulo carregou o Zé às costas na mochila e sentámos a Julieta no carrinho (para evitar que achasse longe ...) e fomos até ao palco.

A espera de 30 minutos fez estragos na disposição deles, a Julieta entrou em loop a dizer que não via nada (ainda que eu tenha mudado de lugar umas poucas de vezes para que visse), a Teresa estava de cara fechada como se estivesse a fazer um frete, o João não parava de fazer asneiras (ou melhor, de ser criança), o Tiago vá lá vá lá que queria ver o concerto, os bebés, Zé e Rosita não deram trabalho nenhum e dormiam ...

Zanguei-me, amuei, fiquei triste e depois de muito ameaçar que íamos embora, e enquanto o pai tinha levado o João para ir à casa de banho, empurrei o carrinho da Julieta (que continuava a chorar) e com os outros amuados atrás de mim, fiz-me ao caminho para sair dali.

Enquanto esperava pelo pai Fura Bolos (já mais afastada da multidão), uma rapariga de menina ao colo, abordou-me:
- Você não me conhece, mas eu conheço-a (daqui do blogue) e tenho que lhe dar os parabéns pela mãe que aparenta ser.
- Tem dias, respondi eu (o escuro não permitiu que ela visse as lágrimas que me bailavam nos olhos), hoje não é um deles, vou-me agora embora porque estou cansada e stressada e arrependida de ter vindo com eles ...
- Olhe e eu estou de lágrimas nos olhos porque há 11 anos que não vinha a um concerto sem ser do Panda e coisas assim ...

Ficámos assim, e na volta a casa o silencio na carrinha deixava os meus suspiros de frustração ecoar ...

Sim, eu sei que a culpa foi minha, criei expectativas e ao ver a noite de um concerto que se previa muito bom, desmoronar não soube lidar com isso.
Como se lida com isto? Como se lida com a frustração?

Tem dias, tenho dias, como qualquer mãe ... e este sábado foi um dia menos bom!

Parabéns aos Trovante pelos 40 anos de carreira ...