terça-feira, 18 de junho de 2013

Desladroar

Podia querer dizer correr com os ladrões ... e se este termo quisesse dizer isso mesmo poderíamos aplica-lo assim:

Vamos desladroar a assembleia da republica.
Vamos desladroar o governo.
Vamos desladroar ... 

enfim, não faltam sítios onde fizesse falta desladroar, inclusive a vinha da Quinta do Lopes, e aí desladroar quer dizer que vamos tirar os ramos que crescem a mais e que tiram a força à videira ... bem e agora que escrevi isto às tantas até se podia desladroar a assembleia da republica, sim porque tenho cá para mim que por lá também crescem ramos que só servem para tirar a força aos que trabalham ...

Mas bom, crises e politicas à parte, era preciso desladroar a vinha e nós, chamados a trabalhar, demos um passo e dissemos presente! 

Convidamos mais umas quantas famílias, porque isto com mais mãos para trabalhar e gente para rir é mais divertido, e todos juntos chegamos à quinta, em cima da hora marcada. 

Tivemos um pequeno briefing junto da vinha, uma pequena explicação do que é afinal desladroar, sim porque soltar um bando de pessoas que nada sabe de vinhas no meio de uma, com tesouras de poda ... podia ser no mínimo desastroso ... para a vinha, claro está! 




Houve quem primeiro estudasse a questão.




Houve quem se jogasse logo ao trabalho, com ganas de profissional.




Houve quem olhasse, lá do alto, para a videira e quisesse fazer um arranjo, qual bouqet  de noiva.



Enquanto isto, os miúdos reunidos à volta de uma mesa de pedra, pintavam desenhos à sobra da alfarrobeira. 




Entretanto na vinha as coisas estavam bem mais sérias, e como qualquer evento que se preze tem uma espécie de passerelle , aqui não foi diferente. Estava aberto o "Look desladroar a vinha 2013" numa competição bem renhida.

Um chapéu ... e é só isto, porque não me atrevo a dizer mais.




Um chinelo, que é equipamento próprio para trabalhar no campo, e uma unha pintada em tons a condizer com a vinha.


 Qual Eva no paraíso de parra nas partes baixas, aqui temos um biquini completamente camuflado no meio de tanta parra ... e pouca  uva?


Em estilo super desladroadora, a profissional de ferramentas no bolso.



Bom ... e aqui um look muito limpo, muito sóbrio, de quem já percebe de desladroar. Pois, tanto um como o outro estavam a concorrer para o mesmo lugar, assim parece!



Não deixe o seu favorito sem o seu voto! Queremos saber quem é o seu modelito preferido! Não, não é tipo telefone, vote e pode ganhar €€€, aqui o mais que lhe pode acontecer por votar é ser convidado para a vindima e conhecer pessoalmente estas figurinhas!

Depois desta agitação toda ... eis se não quando aparece o amigo Carlos e explica, agora mais detalhadamente o que é desladroar. Sim, e aí percebemos que há 1 hora e tal que estavamos a trabalhar ... mas mal, ou quer dizer, podíamos ter feito melhor desde o inicio.

Afinal isto é desladroar, aqui temos o antes e o depois, numa parreira desladroada por mim!







Como trabalhar dá fome , e dor de pernas ... mas isso era outra conversa, o Jaal, nosso anfitrião já estava na "cozinha" a preparar as papas de sardinha e camarão para o almoço.








Cada um à sua maneira comeu o que tinha no prato, sardinhas, papas, salada, pão.



Ao som de boa música a tocar ao vivo, comemos, rimos, conversamos e chegamos à conclusão, que sim, isto sim é  luxo!


Realmente quem anda lá muito no alto, com a carteira muito cheia de dinheiro, com as manias das riquezas, fica sem saber o verdadeiro valor de um dia bem passado!