sábado, 31 de dezembro de 2011

Toalha de mesa

Este foi o final feliz de mais uma actividade em família, mas para chegar aqui ... não foi fácil.




Ter os 4 em casa de férias, é bom , muito bom, mas é uma grande dor de cabeça, uma grande confusão, muitos gritos, muitas birras, muitas queixinhas, muita brincadeira, muita desarrumação, enfim, muito de tudo, ou melhor dizendo muito multiplicado por 4!

Hoje tiveram a tarde toda ocupada numa festa de anos ao ar livre, que é sempre bom para gastar energias, mas mesmo assim ainda ficam sempre com alguma pilha para a noite, mas hoje o pai Fura Bolos esteve na cozinha a tarde toda e deixou massa de broas feita e eles aproveitaram!




Farinha nas mãos, mangas arregaçadas concentração, primeiro faz-se uma bolinha, depois um rolinho e depois amolga-se e já está, uma broa ... ou algo parecido!







Este era o aspecto à boca do forno, umas mais redondinhas que outras, outras amolgadinhas, outras mais pequenas, outras assim e no fim todas assado!!




Estão boas, muito boas as broas, o pai Fura Bolos tem mão, vai à internet, pesquisa, encontra e experimenta e não é que se sai bem??!!




Estas são para a noite de passagem de ano, ou as que chegarem até lá ... e parece que vão ser uma constante ao longo do ano pois os miudos gostam, chamam-lhes biscoitos, e são fáceis e rápidas de fazer, quer dizer falo da parte de moldar e levar ao forno ... a outra parte, bem essa parte cabe ao pai Fura Bolos fazer!

Já agora, não gostam da minha nova toalha de mesa? Eu adoro, foi prenda de Natal, andei a namora-la no super mercado, confesso que até a escondi lá para trás das outras para ninguém a levar até eu me decidir a compra-la, parece ridículo eu sei era só uma toalha de mesa, mas como não era mesmo mesmo necessária e eu tenho sempre dificuldade em gastar se não for mesmo mesmo necessário...
Mas o Pai Natal existe e ouviu-me falar, e lá apareceu a toalha no sapatinho, mal cabia porque a mesa é grande e o sapato pequeno, e agora temos uma toalha de mesa nova, de plástico como só podia ser com 4 miúdos à mesa e um obrigado à Avó Guida.
E não é que isto é que é Natal para a Mãe de todos?