sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

A cozinha no Natal

Quando se fala de Natal pensamos nos presentes mas depressa chegamos também aos doces, à comida tradicional, aos cheiros, à mesa cheia.

O pai Fura bolos é já conhecido pela sua mão na cozinha, ele é o cozinheiro do ano inteiro, é ele que faz os petiscos, as comidas tradicionais, as comidas inventadas, os pratos rápidos e os mais demorados, ele gosta de estar na cozinha!

Quando chega o Natal para além do bacalhau é ele que faz as já celebres, pelo menos num raio de 5 km ou será que já foram mais longe? , azevias de grão, receita tradicional de Portalegre, de onde vem o pai Fura bolos, e que ele faz como ninguém, ou pelo menos como ninguém que nós conhecemos.

Trajado a rigor, que é como quem diz, metade pijama, chinelos e lenço na cabeça



Munido de ferramentas quase profissionais, um rolo da massa de madeira (ai se a ASAE desconfia), 1 dedo e 1 colher, um cortador de massa e uma espumadeira ou escumadeira

   escumadeira
     s. f.
  Colher de concha, perfurada como um crivo, para tirar a escuma dos líquidos
espumadeira



s. f.
1. Utensílio de cozinha para espumar a panela.
2. Escumadeira.

Foi preciso eu vir para aqui escrever sobre azevias de grão para perceber que afinal se pode dizer das duas maneiras! Sinto-me aliviada, esta dúvida perseguia-me há muito tempo, mas diga-se a bem da verdade que nunca tinha procurado uma resposta!



Lá vai fazendo a um bom ritmo as deliciosas azevias.



Este foi o primeiro lote e para amanhã prevê-se um bem maior!




Um fim de tarde com amigos, no café do costume, com tabuleiro de azevias, um café com leite e boa conversa, um doce e açucarado Natal para todos.