quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Olhar noutras direcções

A Mãe de todos ficou parada na formação académica, por opção, e mais tarde porque encontrou o pai Fura bolos e resolveu ser feliz e ter uma família numerosa.




Ser mãe de 4 filhotes preenche-me, deixa-me realizada como mãe e como mulher mas infelizmente não me posso dar ao luxo de ficar em casa apenas a cuidar deles, isso era  o melhor que me podiam dar!










Apesar de realizada não sou pessoa de estar parada e ando sempre à procura de mais coisas que possa fazer, mais coisas que possa aprender e há uns tempos que pensava em voltar a estudar, numa área mais pratica, mais ligada à vida que tenho e não a formação que deixei lá atrás. Pensei em cursos ALV

A APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDAdesigna...
“Toda e qualquer actividade de aprendizagem, empreendida numa base contínua, com o objectivo de melhorar conhecimentos, aptidões e competências”.

ou algo mais profionalizante, aprender uma outra profissão de raiz. Não é fácil, pesquisei algumas coisas, alguns cursos online, formações pontuais, mas pela idade, pelas condicionantes familiares, por questões monetárias ia pesquisando e não passava dai.

Cursos Ceac, toda a gente já ouviu falar, são provavelmente os cursos à distancia mais antigos em Portugal. Pensámos no de cabeleireira, era uma boa, poupava em cortes de cabelo dos miúdos... mas será que era para mim? Acho que não, não tenho nada contra a profissão de cabeleireira, aliás acho bastante útil, como seria a mundo sem ela? um mundo de cabeludos e de cabelos cortados "à pedrada".

Estáva a olhar numa só direcção, sem olhar para os lados, para outros lados, sem pensar no que tinha deixado para trás e sem pensar que isso me podia servir ainda para alguma coisa.

Apesar do pai Fura bolos já varias vezes ter falado nisso, eu andáva longe de pensar que podia ser possível voltar aos estudos que deixei há tanto tempo. Hoje falei sobre o assunto, hoje falaram-me sobre o assunto e hoje virei a cabeça para o lado, para outro lado e vi o que poderá estar do lado de lá.

"Comece por aí, pergunte, vá lá, informe-se" palavras ditas numa conversa ocasional com tanto entusiasmo que contagiaram e fizeram-me olhar noutras direcções. Obrigada



Amanhã começo a pesquisa por aqui .