quarta-feira, 29 de junho de 2011

Sem imagens

Ausência não programada, forçada pelas novas tecnologias.
Escrevo numa qualquer hora de almoço porque me faz falta e porque já faz falta.

A internet resolveu falhar lá em casa, ou melhor o João resolveu brincar com a pen, aquele pequeno brinquedo que estava pendurado ao computador da Mãe de todos e que enquanto a Mãe de todos dorme pode ser o brinquedo de quem o apanhar!

O João já mudou para a cama grande, a cama de baixo do beliche do quarto dos rapazes, isto dá-lhe outra liberdade, dá-lhe liberdade de passear pela casa enquanto todos dormem e  ninguém dá por isso, porque a Mãe de todos aproveita para ferrar no sono enquanto a Julieta não acorda para mamar, dápara um pirralho de fraldas com quase 2 anos descobrir um mundo novo, a pen da Mãe de todos foi apenas uma das coisas!

Aproveito para dizer que o mesmo pirralho, o de fraldas, de xuxa, fraldinha a arrastar e cama de grades na mesma semana decidiu que para alem de mudar de cama também já não precisava de xuxa nem de fraldinha para dormir, e quando tudo fazia prever que o Pai Natal ia ganhar uma xuxa em troca de um presente ele disse que já não queria e não quis mesmo!

Mas esta semana foi também de doenças e idas ao hospital, tivemos 1 pneumonia,1 virose com desidratação, 1/2 virose com diarreia, tosse e vacinas com reacção.

Ir com um deles ao hospital implica muita organização e logística para quem fica, quantos vão, quantos tem que ir, quem fica e com quem e como vamos.
8 da manhã de sábado dá para ir a Mãe de todos só com a Teresa e deixar os outros ainda meio ensonados com o Pai Fura bolos.
1h30 da manhã, madrugada de sábado (o mesmo sábado) para domingo,dá para ir com a Teresa e a Julieta mas já implica deixar o pai Fura bolos com os rapazes a dormir e ter que levar reforços (os compadres servem mesmo para quando é preciso, obrigada) para ficar na sala de espera ora com uma ora com outra.
16h do mesmo domingo dá para ir com o Tiago e deixar os outros em casa a fazerem a sesta, mas se a coisa se prolonga até as 22h já implica o pai Fura bolos lá ir ter (com um carro emprestado para o momento, porque nós numa medida ecológica e de poupança abolimos o segundo carro) com a Julieta para mamar enquanto os outros foram deixados numa avó.

Passados estes dias, e quando olho para trás ainda fico cansada só de ler, mas tirando as tosses que teimam em ir ficando, já tudo está a voltar a normalidade, até mesmo a internet.

A internet lá de casa era até ao momento móvel, mas pouco, a televisão era fixa com direito a 4 canais, dos quais só conseguíamos ver 3, o telefone era o telemóvel da Mãe de todos e do pai Fura bolos. Com as alterações efectuadas vamos passar a ter internet fixa mas sem fios, telefone fixo mas sem fios (ai que saudades dos telefones verdadeiramente fixos) e televisão com uma daquelas caixas (boxes para quem preferir) com alguns75 canais, dos quais espero que os miúdos só descubram os antigos 3, vá lá com o bónus de verem o 4º que nos faltava, e chamam eles a isto um pacote básico!! Básico seria ter tv com 4 canais, telefone fixo fixo e internet suficiente para ler e enviar mails com fotos dos miúdos e actualizar o blog diariamente sem falhas, mas pronto, sem ser fundamentalista vou aceitar esta mudança necessária e tentar tirar o melhor partido destas novas funcionalidades e usufruir dos serviços contratados o melhor que conseguir ou quando os miúdos me deixarem!