quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Acampamento de Verão

 Acampar deve ser das actividades mais divertidas que se podem fazer com miúdos, e graúdos! Eu fui escuteira muitos anos por isso o bichinho está cá!

A convite da Lua junta-mo-nos ao acampamento de Verão organizado pela Joana e pelo Nuno e no primeiro fim de semana de Setembro, lá fomos nós ... para bem perto de casa, acampar, mas isso não é importante!
Aproveitamos para mostrar aos nossos filhos onde casámos e onde morámos nos primeiros anos juntos, até o Tiago ter 20 meses, o parque de campismo da Salema, agora chamado de Salema Eco camp.  A casa onde morámos, o terraço onde o Tiago brincou na sua festa de 1 ano, a recepção onde a mãe trabalhou muitos anos e o bar onde o pai trabalhou ainda mais anos! Recordações boas e que os miúdos gostaram de ouvir.




Bebés, terra e tendas, eles adoram e só lhes faz bem! A Rosita brincou, brincou e brincou, dormiu feliz na tenda e sujou-se a bom sujar. Meteu muitas pedras e pinhas na boca, e adorou estar no meio dos manos e dos amigos novos que fez.

O Zé já se achou muito crescido e valente por dormir num acampamento, mesmo que tenha sido com a mãe ali bem juntinho a ele.



Preparação do jantar a cargo do mini Chef Tiago. Wraps de pão ázimo com tirinhas de peru frito e cogumelos salteados com cebola roxa. Uma delicia. Todos meteram a mão na massa e foi vê-los felizes a fazerem o seu próprio wrap.




Hora dos contos de embalar! Uns mais assustadores que outros, 3 contos muito bem contados pela Joana e pelo Nuno (já agora no Até à Lua há Hora do conto aos sábados de manhã) 





Ah e há lá acampamento sem marshmallows?? Pois é a tradição (americana) ainda é o que era e mesmo sem fogueira, mas com fogão, lá se assaram uns destes doces cheios de açúcar!
 

De manhã, depois de uma noite (mal) dormida, que o chão era rijo que nem ... mesmo assim havia sorrisos e bom humor.


Uma típica salada de atum e feijão frade para o almoço, preparada com a ajuda de todos. Reparem na Rosita, bem sentada na cadeira auto (do mano Zé) que serviu de sofá visto que nós não costumamos andar com o carrinho.



 O acampamento acabou com uns jogos de tabuleiro, em que nós adultos podemos relaxar um pouco enquanto os miúdos já só queriam brincar no parque e esperar pela hora de abalada. (No Até à Lua todas as quartas à noite há jogos de tabuleiro)


Notas sobre bebés em acampamento:
- A Rosita tomou banho na bacia de lavar roupa (tinha água quente e dava para tapar
- A cadeira do carro serve de sofá quando queremos ter o bebé sentado mas controlado (preso).
- Babywearing dia e noite (hora de jantar e contos) não há melhor
- Levei 1 sopa para ela de resto comeu de tudo o que tínhamos, melhor ou pior ficou bem, e muita maminha, claro.
- Dormir é sempre o mais fácil, cair da cama não caem por isso basta deitar ao nosso lado.

E depois é deixar explorar ao máximo. Não levei 1 único brinquedo dela (estavam alguns no carro mas nem me lembrei), não fizeram falta, há tanta coisa com que podem e devem aproveitar para brincar!

Para o ano há mais, certamente, ficou muita vontade de repetir!

Obrigada Joana e Nuno pela vossa disponibilidade e entrega aos miúdos!