segunda-feira, 28 de março de 2016

Partir o folar

Há tradições que não se perdem, principalmente se envolvem comida e campo!

Hoje era dia de partir o folar, e muito no improviso, porque nem consegui ir buscar um dos deliciosos folares da amiga Graciete Bugalho, lá fomos até ao campo com um folar seco e sem muito sabor (comprado à pressa no supermercado) para mais uns momentos de alegria.

Este é um folar da Graciete Bugalho, que comemos na 6ª feira, tão bom!!

Sem faca, sem toalha de mesa e sem folar dos bons, mas com vontade de respirar ar puro e cumprir mais uma tradição, ali parámos a carrinha e soltamos os miúdos e o coelho.




Depois foi deixa-los brincar e explorar. E se há água por perto ... é lá que eles acabam.




Como são muito cromos, levaram para o campo patins em linha ... será que há alguma modalidade desportiva onde isto se encaixe? Patins, campo, ervas, terra, lama e água??

( O João ganha o prémio de melhor estilo!)

video


Sem comentários:

Enviar um comentário