domingo, 20 de março de 2016

O nosso dia do pai

O nosso dia do pai foi passado em família, com outras famílias.

Com um céu azul e uma sala cheia de boas energias, guardados pelo imponente moinho, foi assim que começamos a nossa tarde.





Os miúdos cá de casa estavam prontos para receber todos os outros que viessem. Com lápis, folhas, desenhos para pintar e muitos bonecos para carregar. 

Desenho da Teresa




A mesa posta para o lanche. Bolo de limão, bolo de cenoura, boleima e bolachinhas de aveia.




Começamos com os mais pequeninos a quererem experimentar e brincar, e que bem que o Zé fica de bebé na mochila.




Com a chegada de quase todos os participantes a Tânia começou a desdobrar panos, muitos metros de panos, cada um mais bonito e suave que o outro!



Entretanto também é preciso falar do que não se deve usar, e este marsupio é disso exemplo. Informem-se muito bem antes de comprar qualquer artigo e percebam que os marsúpios estão mesmo desaconselhados!


 Voltando ao que é bom!




É importante tocar para perceber as diferenças




As mamãs a quererem experimentar, aqui a mamã Andreia ainda grávida.


E depois eu a fazer borrada com as definições da máquina do tablet e estraguei tudo! Coitadas das fotos que se seguem, nem dá vontade de mostrar, mas são as únicas que tenho.





Hoje aprendi muito, vi pessoas interessadas, papás atentos e participativos, mamãs preocupadas com o conforto dos seus bebés, hoje troquei experiências, ouvi e fui escutada, hoje foi um grande dia.

Senti-me grata por ter pessoas próximas de mim com os mesmos interesses, e fiquei feliz por perceber que mesmo de longe houve quem veio para nos conhecer, estar connosco e ainda trouxe bolachinhas deliciosas de aveia. .

O dia serviu para muita coisa, até para perceber que tenho em casa uma capulana , não sabe o que é? Também eu não sabia, até hoje! Aqueles panos bonitos africanos que também dão para carregar bebés, e eu que só o usei até hoje para me embrulhar e tirar fotos grávida!
Capulana

Não tenho palavras para agradecer à Tânia,  Colinho de Amor , pela sua disponibilidade, conhecimento, partilha.
Para as mamãs e papás aqui do Algarve, se tiverem alguma dúvida sobre babywearing já sabem, contactem a Tânia.

Ao pai Fura Bolos tenho que agradecer os bolinhos, os mimos e a paciência que tem para aprender coisas novas, o que prova que mesmo ao 6º filho ainda temos muito para caminhar!

Agradeço aos patrocinadores deste evento, Farmácia de Vila do Bispo, JusiMom e Rosário Oliveira que ofereceram mimos para sortear entre os presentes.

Ao compadre Carlos agradecemos mais uma vez a disponibilidade do espaço, que nos deixa sempre tão à vontade e em casa!