quarta-feira, 7 de março de 2012

Aumentar a familia

Foi uma decisão difícil, não reunião consenso , foi uma decisão muito repentina e não houve muito tempo para reflectir...

O pai Fura Bolos chegou e com voz arrastada disse:
"Acho que devíamos aumentar a família..."

Os meus olhos brilharam, vi-me grávida novamente, vi a possibilidade de um parto em casa, pensei em que quarto podíamos pôr mais uma cama... e nos 5 segundos de compasso de espera que o pai Fura Bolos fez até avançar na conversa, o meu pensamento voou.

"Podíamos arranjar um cão para treinar e para os miúdos brincarem!" continuou ele todo contente!
E PUMBA ! Caí do alto dos meus pensamentos e aterrei no meio da sala com a ideia de ter um cão!

E lá se foi a barriga, e o parto e a cama extra e tudo e tudo, desilusão...

E se melhor o pensou, melhor o fez e passados 2 dias desta conversa, chego a casa e os miúdos dizem-me: "Anda ver mãe, shiuuuuu que está a dormir ... a nossa cadelinha está a dormir lá fora."


A escolha do nome foi confusa, o Tiago começou a chamar-lhe Linda e os outros foram atrás ... mas eu e o pai só nos lembrávamos da Linda Reis (pombinha gira, lembram-se??) ou a Linda de Suza (e a mala de cartão).
Se queríamos mudar tínhamos que agir depressa, e do fundo da cozinha eu digo "Beka" e assim ficou! (Bebéca ou  beca, são os nomes que normalmente chamamos aos nossos bebés cá por casa ... e assim com K lá diferenciámos a coisa e pegou)

E agora de manhã já ninguém liga a televisão ... e é vê-los, ainda de pijama, bem cedo   no quintal de roda da cadelinha.



O treino já começou, "senta" é a primeira ordem que estamos a ensinar, e coitada da Beka que tem que ouvir todos à volta dela a dizer ao mesmo tempo "senta Beka, senta"





Ainda agora chegou, a Beka, com os seus 4 meses, e já viu que não vai ser fácil, viver no quintal de 4 miúdos irrequietos, que ora têm medo dela ora a agarram e apertam...

Vida de cadela...




E a Mãe de Todos lá teve que se conformar com a ideia...