quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Um toque

Este post vai ser pequeno tal como o computador que estou a usar para o escrever, o Magalhães (aqueles das grandes negociatas dos governos... mas isso é outra conversa), o Magalhães do meu Tiago. Bem sei que assinei um documento quando fui receber o Magalhães onde assumi que tomava conhecimento das regras, e que sabia que o Magalhães é para as crianças e não para os pais andarem em Facebooks e companhia, mas dadas as circunstâncias do momento, teve que ser.

O cabo de alimentação do meu portátil avariou, isto até seria qualquer coisa normal visto que o computador já tem 4 anos e até nem foi dos computadores das novas oportunidades (mais uma grande ideia dos governos...), não fosse já o 3º, o 3º cabo entenda-se e não o 3º computador!

Há 15 meses avariou o 1º, estava eu grávida de 40 semanas da Julieta. Passo numa Stapples (passo a publicidade, e é pena porque eles até podiam patrocinar o post ...) e pergunto se têm cabo de alimentação com transformador para o meu portátil. Claro que têm, claro que havia 1 cabo, universal e que dava para o meu portátil. Chego ao balcão e pago, sem ter perguntado o preço nem nada, e do meu cartão saem 50€.

Já sentados no carro, barrigão de 40 semanas, diz o pai Fura Bolos, "onde estás tu com a cabeça para dares 50€ por um cabo sem perguntares o preço antes, sem veres se há noutra loja mais barato, se há no Ebay onde compras sempre tudo... e bla bla bla"

Onde estava eu com a cabeça?? Ora pois, se 1 hora antes tinha sido sujeita a 1 toque, e aqui não estou a falar de um toque no carro, numa batida, nem de um toque de telemóvel, estou mesmo a falar de um toque vaginal, o típico toque usado para perceber (ou pelo menos para darem palpites) se o bebé já quer nascer ou se tem que ser o sr Dr (que normalmente é que sabe) a decidir que está na hora de nascer ... (bom isto seria matéria para um outro post, e bem longo) , ora como é que eu podia ter cabeça naquele momento para fazer compras inteligentes?

O que é certo é que comprei outro bem mas barato pela internet, e já depois de ter parido a minha Julieta, 1 semana depois deste episódio, fui novamente à Sapples devolver o que lá tinha comprado! Eu até sou pelo comercio local, eu até gosto de manter viva a economia do país, mas quando a diferença é de 12 para 50 acho que devo manter viva a minha carteira e deixar de lado os patriotismos e pois aqui estou eu à espera do 3º cabo encomendado pela internet.

Sim, pode parecer estranho como é que em 15 meses já dei cabo de 3 cabos, mas se analisarmos as circunstâncias fica tudo mais explicito. 4 filhos a andar pela casa, corridas, zaragatas, brincadeiras, tropeções, puxadelas, enfim, 4 crianças felizes que de vez em quando se cruzam com o cabo do meu portátil, cabo que por culpa minha anda espalhado pelo chão e como tal sujeito a todas as agruras das brincadeiras de 4 miúdos!

Mas ainda assim, mesmo sendo o 4º cabo eu prefiro comprar cabos a impedir que os miúdos corram pela casa, e já agora preferia não levar com toques!

1 comentário:

  1. ohhhh ainda não tinha percebido que tens uma Julieta! adoro o nome era o da minha avó :)

    ResponderEliminar