domingo, 18 de março de 2012

Mega Operação de Limpeza

Queridos amigos!
A Quinta dos Lopes precisa e apreciaria a vossa ajuda!
Mega Operação de Limpeza I !!!!
a realizar no próximo Domingo 18 de Março.
Programa:
8:30- chegada
9:00-formação de grupos de trabalho e mãos à obra!
13:00-Almoço- importante saber quem vem para tomar providências!
14:00-Retoma.
17:30- prova de vinhos.
18:30-.... : )
Vai ser divertido e gratificante!

O convite chegou pela internet, pelo tão badalado facebook, mais um dos muitos eventos que hoje em dia são criados para tudo e mais alguma coisa, mas que reconheço (e aqui tenho que dar o braço a torcer pelo mal que já disse) funciona, ou pelo menos parece funcionar.

Como disse o convite chegou pelo computador mas também pessoalmente, e era um convite engraçado, e o meu pensamento chegou a ser ... "Bom o meu quintal também está todo desarrumado...".

Levantámo-nos cedo, como normalmente fazemos cá em casa, não que nós queiramos mas porque os miúdos já mudaram para o horário de Verão, ainda que faltem 2 semanas para isso, e com o rebuliço típico de uma manhã onde uns choram, outros querem colo, outros têm fome, ou sono ou outra coisa qualquer, lá nos despachamos.

O ponto de encontro era no largo da igreja e ainda deu para beber um café, para nos assegurarmos que íamos de olhos abertos para a tarefa.

No nosso carro iam 12 mãos prontas para a limpeza e 6 bocas para o almoço!

E tudo começou ... houve mesmo quem se enfiasse de cabeça nesta tarefa!




Um pinhal cheio de mangueiras de plástico encheu-se de pessoas de carne e osso decididas a limpa-lo de tamanha sujidade.



 Os mais pequeninos, que não eram tão poucos como isso, ficaram com a árdua tarefa de apanhar pinhas, e enquanto o entusiasmo durou foi o que fizeram, depois deixaram-se levar pelas brincadeiras.



 
Gente disposta a ajudar, com mais força, menos força, mais ou menos jeito, acima de tudo com alegria.

 



E este foi o resultado, muitos e grandes montes de mangueiras enroladas e muito lixo retirado do pinhal.




Tenho para mim que se este garrafão fosse de outra coisa o entusiasmo teria sido maior, mas se calhar também com menos rendimento...



A hora do almoço chegou e de boca e copos cheios as conversas, gargalhadas e brincadeiras foram ainda mais agradáveis.



Cavalinhas fritas, salada, feijoada vegetariana e pápas de milho tudo regado com Mata Porcas e limonada biológica, e no final um divinal bolo de maçã!



Nós não ficámos para a tarde, nem para a prova de vinhos, mas parece-me que a Julieta conseguiu fazer um exercício de futurismo e prever o estado em que a malta saiu de lá ao fim do dia ...




 
Um dia muito bem passado e um exemplo a seguir, se precisamos de ajuda para uma grande (ou mesmo pequena) tarefa, porque não pedir ajuda aos amigos em troca de bons momentos e claro um bom almoço!
E eu continuo com o quintal desarrumado...