quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Casa sossegada

E um bebé que rabuja para dormir. Claro que o meto na mama e aí é tiro e queda mas dura pouco.

Há dias uma amiga perguntava-me se eu achava que o Zézito sentia a falta dos manos durante o dia, e a minha resposta foi : acho que sim.

E sim, confirma-se que ele sente falta do desassossego que é esta casa com os 5.
Quando todos vêm da escola e precisam de extravasar a energia que trazem de fora, o barulho, a agitação e a música invade a casa e o que é que o Zé faz? Adormece pois então.

Pobre Zézito que durante todo o dia deve pensar que os manos fugiram e que ao senti-los em casa novamente descansa, e descansa de tal maneira que adormece, sozinho deitado na espreguiçdeira ao som da música que toca no rádio, do barulho e das danças dos manos à volta dele.

Ah que bom que é ter uma casa desassossegada!