domingo, 11 de novembro de 2012

Domingo 8h30 - banca dos jornais

É que eu sabia que tinha dado a entrevista, que tinha tirado fotos mas não sabia que ia ser capa de revista!

Pois hoje saí de casa às 8h30, direita à banca dos jornais para ir buscar os 2 exemplares que tinha mandado guardar, e enquanto eu recuperava da surpresa de estar na capa, o sr Cândido exclama ao tirar um jornal para ele "olha a Ana está na capa!" E aí percebi a dimensão desta capa!
A Mãe de Todos hoje está inchada de orgulho, um orgulho bom, humilde mas orgulho, orgulho de quem todos os dias trabalha, se senta à máquina de costura e cose, de quem deixa de ir a certos sítios para trabalhar, para criar, orgulho de não ter ficado parada, de ter dado um passo, e depois outro e agora outro, orgulho de ver os que me rodeiam orgulhosos de mim!

Passou 1 ano desde que fiz umas prendas de Natal para a família  desde que cosi a direito mas torto uns saquinhos, 1 ano desde que vi muitos vídeos de como coser, e ao olhar para trás para este ano vejo muito trabalho, muitas noites de corte e costura e muitos dias de dedicação às linhas e às agulhas.

O Pai Fura Bolos foi um maridão neste ano que passou, com muita paciência para mim e para a casa, sempre com apoio e incentivo para as minhas costuras, e desde muito cedo valorizando o meu trabalho.

Quando olho para esta capa vejo o reconhecimento do meu esforço, vejo o reconhecimento da paciência do pai Fura Bolos e vejo a alegria dos meus filhos ao verem a Mãe de Todos na revista.

E para quem não leu aqui fica a reportagem completa