terça-feira, 11 de setembro de 2012

Vindima

Mês de Setembro é mês de uvas e vindimas ora então posto isto, claro que a família tinha que ir vindimar!

Foi um convite agradável e divertido da Quinta dos Lopes  que nesta altura tem a vinha pronta para vindimar e pouca mão de obra. O convite oferecia um almoço debaixo da alfarrobeira em troca de uma manhã de trabalho, e nós somos logo 6 ... no trabalho e à mesa !

Domingo de manhã era a vindima, mas como este ano não houve tempo para férias, então porque não acampar na Quinta dos Lopes o fim de semana? Com a devida autorização do Sr. Lopes, chegámos e montamos arraial, brindados por um alguidar de uvas (pois então) de boas vindas.

Os miúdos deliram, correm, brincam, brigam (menos do que em casa), gritam, saltam, dormem, rastejam, sujam-se (quase tanto como em casa) ... e não sei mais o quê. Uma quinta inteira para explorar, não deve haver melhor para 4 miúdos e 1 cadela (será uma continuação dos famosos 5? ).

Levamos a nossa Esteva que pela primeira vez andou solta fora de casa, mas a espertalhona percebeu que a tenda era a sua casa de fim de semana e raramente arredava pé. Arranjou 5 amigos, o Ernesto (que é nosso vizinho), a Aurora Bonita, o Mário, o Urbano e o Maximus e todos juntos brincaram muito.

A Mãe de Todos e o Pai Fura Bolos aproveitaram para relaxar e conversar, à mesa pois então, com compadres e amigos, 2 noites espetaculares de Verão, soube bem ... e o vinho também.




Campo, espaço, 1 alfarrobeira, 1 wc ecológico, condições perfeitas, e 2 nódoas negras nas ancas de dormir de lado nas 2 noites sem colchões ... ai vida boa a quanto obrigas. 
















De manhã é que se começa o dia, figos secos, aguardente e boa disposição. Ah e já agora os garrafões de água por estas bandas têm aguardente ... e não água (que o diga o menino na foto!)




 Todos quiseram aprender e fazer, com mais ou menos jeito, cachos de uvas no balde.










Papas de caldo de peixe, pescado pelo Pai Fura Bolos e o amigo José Lopes, sardinha assada, pão, vinho e boa companhia.







Liberdade ...









Obrigada Sr. Lopes!