sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Competências alargadas

Encaracolado, fraco, forte, farto, curto, comprido, liso, ralo, escuro, clarinho, são adjectivos que se aplicam aos cabelos dos miúdos. Temos várias combinações:

O forte, liso, curto e escuro do Tiago.




O escuro,farto, comprido e encaracolado da Teresa.




O liso, clarinho, curto e forte do João.




O ralo, comprido, escuro e fraco da Julieta.




E de vez em quando todos precisam de um bom corte.

Os nossos meninos nasceram todos com muito cabelo, no parto do Tiago foi o que primeiro se ouviu dizer "ai tanto cabelo" .
E será que a Mãe de todos teve azia durante as gravidezes? Sim e não, de uns sim de outros não, primeiro mito deitado por terra :
Azia na mãe é sinal de bebé com muito cabelo.

E será que cortar o cabelo ao bebé antes deste fazer 1 ano atrasa a fala? Talvez sim talvez não, difícil de provar porque 3 cortaram antes de 1 ano, uma cortou depois,  uns começaram a falar mais cedo que outros e  uma ainda não fala. Segundo mito se não deitado por terra pelo menos abalado ficou :
Cortar o cabelo antes de 1 ano atrasa a fala.

Cá em casa a regra é corta-se quando é preciso, seja antes ou depois do ano, seja lua cheia ou quarto não sei o quê, seja Verão ou Inverno, seja dia ou seja noite.

E corta quem calha, quando calha e onde calha e como calha...











Os resultados são vários, temos o escadeado, o escovinha, o acertado, o direito, o torto e o pedradas, tudo cortes de cabelo personalizados e adaptados a cada um deles mas mais ainda adaptados às mãos experientes da Mãe de todos e do pai Fura bolos.
Idas ao cabeleireiro e barbeiro também existem mas são raras, afinal uma mãe e um pai são profissionais com competências alargadas...