terça-feira, 5 de julho de 2016

Saco para a maternidade

Para quem nos tem acompanhado deve estar a estranhar o titulo visto que estamos a planear um parto domiciliar, mas como tudo na vida, há que ter o plano A e o B e o saco faz parte do plano B.

Até nem é má ideia ter o saco pronto, porque ainda que não o levemos para lado nenhum, é uma maneira de ter o básico para os primeiros 3 ou 4 dias todo junto.

Só há 2 dias, portanto com 37 semanas,  é que fui abrir as 2 caixas que estavam guardadas com o rótulo de "Roupa 0-3 M para ficar" que é como quem diz o mais que necessário para vestir um (ou até 2 ) recém nascido nos primeiros 3 meses, e sim, só duas caixas e chega bem.

Mesmo assim foi feita a triagem habitual:
- Roupa de inverno fica de fora
- Tamanhos 50 ou 0 nem vale a pena
- Roupa complicada de vestir, não temos tempo para isso!

Foi tudo lavado numa única máquina e deu este cesto que se vê na foto. Agora é passar a ferro , guardar na gaveta e fazer o saco. ainda assim acho que se nascer nos próximos dias, com o calor que está, nem precisa de roupa, fica de fralda coladinho/a a mim e já está!

Ainda falta mais uma máquina, mas com fraldinhas de pano, alguma roupa cor de rosa escolhida pelas meninas (têm a fé delas), as minhas cuecas de algodão pós parto, os meus pijamas e lençóis para a cama (que não vai existir para já).




Para quem está na mesma situação, a pensar o que levar para o hospital, e quer uma lista para facilitar, aqui fica a minha, baseada na experiência de mãe e doula.