domingo, 10 de agosto de 2014

As mutações da parentalidade

Ser Pai e ser Mãe é uma constante aceitação das mudança e transformações do individuo, das quais as mais evidentes serão sem duvida aquelas que saltam à vista... as transformações físicas! estas "mutações" envolvem um aumento de volume de certas partes do nosso corpo e têm como objectivo suportar, proteger e carregar estes novos seres por nós gerados (os nossos filhotes).
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                Há porem transformações menos evidentes como é o caso do coração de Pai e de Mãe, que por cada filho se divide, se retrai e fica apertadinho com as ansiedades e preocupações, mas que ao mesmo tempo se multiplica e se expande de amor e de emoções ao ponto de não nos caber mais no peito!
 Como pais sentimos-nos na obrigação de orientar os nossos filhos ao longo das suas vidas, com a clara noção porem que são eles próprios que (desde muito cedo) traçam o seu próprio percurso, e só nos resta como pais aceitar e apoiar essas suas decisões!
 Não foi própriamente este o nascimento que idealizámos para ti filhote, mas foi este que tu escolheste e é com o coração a transbordar de amor e de emoção (como se do primeiro filho se tratasse) que te saudamos à vida e te acolhemos nesta família da qual já há tantos meses tu fazes parte!  Obrigado por nos fazeres crescer como Pais e como família, e obrigado por fazeres cruzar nas nossas vidas pessoas tão lindas!

(escrito por Pai Fura Bolos)






PARABÉNS José