sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Teatro na aldeia

Chamados por este titulo ... curiosos para saber do que se tratava lá fomos todos, como de costume gaiatos atrás, ver o tal de teatro. 

A peça era na Ermida Nossa Senhora da Guadalupe, monumento nacional que volta e meia acolhe projectos de arte, seja música, teatro ou mesmo instalações. 
Na pior das hipóteses nós assistíamos para não parecer mal e soltávamos os miúdos livres para correr no campo que rodeia a capela. 

Mas o melhor aconteceu, fomos surpreendidos por uma peça ligeira, bem humorada, cheia de piadas locais, Algarvias, que nos fez ficar do principio ao fim, com gargalhadas e comentários bem dispostos. 
Os miúdos gostaram, o João tapava os ouvidos quando vinha música, a Julieta andava de um lado para o outro e de vez em quando espreitava para ver quem falava assim alto, a Teresa às tantas veio à rua apanhar flores e o Tiago apreciou como gente de 8 anos. 

A capela estava meia cheia ... ou seria meia vazia? Sim porque quando se diz por aqui que nunca acontece nada, tudo é muito caro e temos à porta de casa uma peça de teatro grátis e ninguém aproveita... algo vai mal. 









Nós fomos e aproveitámos. Uma tarde de sábado bem passada. 
Obrigada ao "Ao Luar Teatro" e à Direcção Regional de Cultura do Algarve pela iniciativa.