quarta-feira, 27 de julho de 2016

40 semanas

Aqui fica uma das ultimas fotos desta gravidez, tirada no dia em que fiz 40 semanas.

Uma ida à praia com os outros 5 filhotes, 40 semanas de uma gravidez super saudável aos 40 anos de idade. 

Este barquinho olhou para mim todos os dias que lá passei, "Novo Nascimento" nem a propósito, e assim será, um novo nascimento de um bebé mas também da nossa família.  
Agora esperamos tranquilamente que o bebé escolha o seu dia, nós estamos prontos. 





domingo, 24 de julho de 2016

Primeira roupinha

E foi num fim de tarde quente, às 40 semanas de gravidez, que peguei nos tecidos há muito escolhidos e comecei a dar forma à primeira roupinha deste nosso bebé.
Talhei e cortei cada peça, cada pormenor, e na máquina de costura entreguei-me.

Enquanto atrás de mim os outros 5 filhotes viam um filme, eu costurei cada ponto, a máquina trabalhou e as contracções começaram a aparecer.

Já passava das 22h quando acabei, e depois de todos na cama ainda pus a lavar e secar.
Ficou pronto, está pronto, eu estou pronta.

As contracções não ficaram, mas vão voltar e eu quero sentir cada uma, já tranquila e sabendo que este miminho está feito.





Doula ao longe

Foi na 6ª feira, um dia antes de eu chegar às 40 semanas,  que me joguei a uma mantinha que tinha ficado por fazer. Uma encomenda feita há tanto tempo mas por alguma razão foi sendo adiada por mim ... coisas que não sei explicar.
Neste dia peguei nela e tinha que a acabar, a mamã deste bebé estava no hospital, este bebé ia nascer e assim eu estive com eles. A mamã deste bebé não sabe disso, mas eu sei, e isso basta.

Sentada a coser retalhinhos à mão, ou na máquina, o dia foi andando e a manta ficou pronta, o bebé nasceu umas horas depois.

Porque às vezes ser doula é isto, é estar sem estar, é conectar-se e sentir, e isso basta.

Bem vindo Martim.



quarta-feira, 20 de julho de 2016

Coisas estranhas mas muito úteis para um pós parto mais tranquilo, confortável e limpinho.

Agora quase nas 40 semanas e com tudo o resto mais ou menos pronto, é altura de preparar também a parte prática do pós parto, a parte emocional é sempre uma incógnita já que as hormonas gostam muito de nos vir desassossegar nas primeiras semanas. 

Aqui ficam 3 dicas que funcionam, já usei e vou voltar a usar.


Folhas de couve





Quem já amamentou provavelmente já ouviu este dica, mas nunca é demais lembrar até porque podem aparecer aqui mamãs de primeira viagem. Estas folhas de couve são biológicas e já estão bem acondicionadas no nosso frigorífico. Para que servem? Para o alívio das mamas muito cheias por altura da subida de leite. Têm o formato ideal, estão fresquinhas e picadas com um garfo libertam também o suco que ajuda a acalmar o ingorgitamento. 
Depois de cada mamada, picar a folha de couve com o garfo e colocar na mama, dentro do soutien. Sabe muito bem! 


Cuecas brancas (e grandes)





Quase que parecem as cuecas da avó, mas a verdade é que nos dias a seguir ao parto, com as perdas de sangue e os pensos tamanho xxl,  são do melhor. Já fui do tempo de comprar cuecas descartáveis e desconfortáveis, agora opto por estas, em algodão que ficam ao mesmo preço. Se as sujarem e não quiserem lavar, jogam fora na mesma, se não, dá para lavar e reutilizar. Brancas porque é mais fácil lavar, mas também porque durante o trabalho de parto é melhor usar o branco, para detectar eventuais perdas de sangue ou liquido amniótico com mecónio. 


Preservativos





Calma, não estou já a prever noites escaldantes logo a seguir ao parto. Os preservativos são ideais para encher de água, congelar e estarem prontos a usar para aplicar gelo no perineo Um parto vaginal, mesmo sem epiosotomia e pontos, deixa aquela zona inflamada, e o gelo é o melhor a fazer.
Assim, basta agarrar num preservativo cheio de água congelada, embrulhar numa compressa e colocar na cueca (aquela que parece a da avó) e ficar assim durante alguns minutos. Ui, fresquinho que sabe tão bem.
Para quem tem problemas com hemorroidas também é o ideal.
Dica : estes fui busca-los ao centro de saúde, gratuitos, e já fora de prazo, ou seja, não se estão a desperdiçar.


domingo, 17 de julho de 2016

Ainda estamos assim!

Nesta fase é difícil estar por aqui.
Estamos nas 39 semanas e o que há a reportar é o normal para esta fase de uma gravidez super saudável:

- Às vezes não chego a tempo à casa de banho
- Sento-me e depois é um 31 para me levantar por causa da dor ciática
- Estou crocante, estalo a cada passo que dou
- Durmo toda a noite com a ventoinha apontada a mim
- A azia está à espera que o bebé nasça para se ir embora
- Estou morta por ir dar um mergulho ao mar e tem estado bandeira vermelha
- O pai Fura Bolos ainda anda a pintar a sala

De resto ainda consigo ter bastante mobilidade e até à praia vou sozinha com os 5 + 1!



sexta-feira, 8 de julho de 2016

7 anos de João!

Já fez 7 anos, o nosso João, o do meio, por enquanto o do meio!

Passamos o dia por casa mas à noite eu tinha prometido leva-los ao restaurante onde o pai Fura Bolos trabalha, Hugo Beaty , para comerem umas pizzas e beberem umas caipinrinhas! E assim foi.

Obrigada ao Rui e à Zé por nos fazerem sentir tão bem por lá, e à Galia por ter feito mais uma vez um bolo de chocolate DELICIOSO, de surpresa!

Depois de comer os miúdos ainda tiveram direito a 1€ cada para se divertirem nas máquinas de jogos que há numa sala à parte do restaurante, perfeito.










terça-feira, 5 de julho de 2016

Saco para a maternidade

Para quem nos tem acompanhado deve estar a estranhar o titulo visto que estamos a planear um parto domiciliar, mas como tudo na vida, há que ter o plano A e o B e o saco faz parte do plano B.

Até nem é má ideia ter o saco pronto, porque ainda que não o levemos para lado nenhum, é uma maneira de ter o básico para os primeiros 3 ou 4 dias todo junto.

Só há 2 dias, portanto com 37 semanas,  é que fui abrir as 2 caixas que estavam guardadas com o rótulo de "Roupa 0-3 M para ficar" que é como quem diz o mais que necessário para vestir um (ou até 2 ) recém nascido nos primeiros 3 meses, e sim, só duas caixas e chega bem.

Mesmo assim foi feita a triagem habitual:
- Roupa de inverno fica de fora
- Tamanhos 50 ou 0 nem vale a pena
- Roupa complicada de vestir, não temos tempo para isso!

Foi tudo lavado numa única máquina e deu este cesto que se vê na foto. Agora é passar a ferro , guardar na gaveta e fazer o saco. ainda assim acho que se nascer nos próximos dias, com o calor que está, nem precisa de roupa, fica de fralda coladinho/a a mim e já está!

Ainda falta mais uma máquina, mas com fraldinhas de pano, alguma roupa cor de rosa escolhida pelas meninas (têm a fé delas), as minhas cuecas de algodão pós parto, os meus pijamas e lençóis para a cama (que não vai existir para já).




Para quem está na mesma situação, a pensar o que levar para o hospital, e quer uma lista para facilitar, aqui fica a minha, baseada na experiência de mãe e doula.






domingo, 3 de julho de 2016

A sério que não se nota??

Hoje fui ao supermercado e apesar de haver uma caixa prioritária, fui para uma outra qualquer que me pareceu rápida e sem ter que estar a passar à frente de ninguém. Paguei e saí, mas quando cheguei ao carro vi que me tinha faltado o café, uma das razões pelas quais lá tinha ido.
Arrumei tudo no carro, enchi-me de coragem e voltei lá dentro, sim, coragem porque estamos no Algarve e já é Verão ...

Desta vez, só com as cápsulas de café na mão, fui direita à caixa prioritária mas eis que um senhor fez questão de fazer uma espécie de running e ainda esticar o braço para colocar à minha frente um artigo no tapete. Ora não gostei, e como estou a 3 semanas (ou a dias) de parir um filho, estou com calor, dor ciática e mau feitio hormonal, resolvi apontar para a tabuleta por cima da cabeça do senhor e dizer-lhe que eu tinha prioridade.
Bom, a cara do senhor, lê a tabuleta em mau português, olha para mim, e pergunta :

- And are you...? (acompanhado de gesto de grávida)

Até fiquei parva, a minha reacção foi mesmo só virar-me mais de lado e apontar para o barrigão, tipo " a sério que não se nota???"

A bem dizer que não se pode dizer que a minha 6ª barriga de 37 semanas seja assim tão pequenina que não se note debaixo de um vestidinho justo ... estamos a falar de mais de 115 cm de perímetro abdominal!!